2.7.19

Atividades de verão 2019 - Letras ao sol


























O espaço infantil-juvenil selecionou algumas obras da literatura nacional e estrangeira, incidindo em temas que estão relacionados com as vivências dos mais jovens.
As atividades visam incentivar a reflexão, a partilha de sentimentos e opiniões e a criatividade; potenciam,  igualmente, o desenvolvimento da literacia nas seguintes áreas:
  - leitura (ler/ouvir ler, entoação);
  - escrita (expressar-se e brincar com o vocabulário);
  - pesquisa (no fundo documental infanto-juvenil);
  - tecnologia (interpretação e uso da informação, uso de programas como Word ou PowerPoint). 

Mais informações:
- ESPAÇO INFANTIL -JUVENIL -



O Autor do mês - Todos os meses, um autor em destaque!



Popular sociólogo italiano, Francesco Alberoni nasceu em 1929, em Piacenza, Itália. Licenciado em medicina pela Universidade de Pavia, estudou psicanálise e estatística, tendo desenvolvido investigação no campo das probabilidades.

Tornou-se professor de sociologia em 1964, primeiramente em Milão, a que se seguiu Trento, Catania, Lausanne e novamente Milão.
Desenvolveu uma teoria dos movimentos colectivos, patente nos seus livros Estado Nascente (1968) e Movimento e Instituição (1977). Aqui, Alberoni explica o processo histórico como o resultado de dois tipos de forças: por um lado, as utilitárias e económicas, que transformam e inovam mas não criam solidariedade social, e, por outro lado, as representadas pelos movimentos, que só podem surgir da solidariedade social.
Alberoni adquiriu renome mundial após a publicação de Enamoramento e Amor (1979), o seu livro mais traduzido e mais vendido. Foi como estudioso do sentimento amoroso que Alberoni encontrou popularidade. Ao dedicar-se a um tema comum até então desprezado pela sociologia, Alberoni levou esta ciência até junto dos leigos, facto pelo qual é louvado por uns e criticado por outros.



3.6.19

O Autor do mês - Todos os meses, um autor em destaque!



Margarida Fonseca Santos nasceu em Lisboa a 29 de Novembro de 1960. É uma escritora, formadora e dramaturga portuguesa. Escreveu já mais de uma centena de livros em língua portuguesa, entre ficção, literatura infantojuvenil e não-ficção. Começou a escrever em 1993. Estudou Escrita Criativa, Escrita para Teatro, Guionismo e Curta-Metragem.
Terminou o Curso Superior de Piano no Conservatório Nacional de Lisboa. Foi professora de Pedagogia e de Formação Musical em várias escolas, nomeadamente na Escola Superior de Música de Lisboa, entre 1990 e 2005.
Em 2005 deixa a ESML para se dedicar à escrita, dinamizando oficinas de escrita criativa, escrita para teatro e escrita para crianças e jovens, nomeadamente na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Católica. Tem vários livros publicados, sendo a maioria na área do infantojuvenil, estando mais de metade destes livros incluídos no Plano Nacional de Leitura.



7.5.19

Encontro com autores


Sexta, dia 17 de maio pelas 18h00, irá decorrer na Biblioteca Municipal Álvaro de Campos a apresentação do livro "O Binóculo Mágico" com a autora Helena de Macedo.

O Binóculo Mágico
O Conde amava Amélia - um amor inaceitável para a sociedade e para sempre perdido depois de uma separação indesejada.
A clausura de décadas que se segue quebra-se apenas com a chegada de Vasco, que o convida a regressar à vida.
Sara aparece. A sua presença reacende aquele amor nunca esquecido, toca a flor da pele, mexe com os sentidos e faz buscar os remendos sólidos para o que ficou por viver.


O binóculo mágico conta-nos a história de um amor que ultrapassa as barreiras do tempo. Fala-nos da esperança, da mistura mágica entre o passado e o presente.
Porque o que tem de acontecer, acontece, não importa quando, nem como, nem com quem.


O Binóculo Mágico é um livro com a chancela da Coolbooks- Porto Editora.



6.5.19

2º Concurso Book Trailers - Cerimónia de entrega de prémios


A Rede de Bibliotecas de Tavira organizou o 2.º Concurso Book Trailers no concelho de Tavira que decorreu até ao dia 5 de Abril de 2019.
O book trailer tem por base um livro e consiste num vídeo curto, que tem como finalidade apresentar, de maneira breve e visual, a atmosfera do livro, de maneira a sugerir e criar o interesse no leitor.
Apurados os vencedores, decorrerá uma cerimónia para a entrega de prémios, no dia 8 de Maio às 15h00 na Biblioteca Municipal Álvaro de Campos. 

2.5.19

O Autor do mês - Todos os meses, um autor em destaque!



Isabel Stilwell é jornalista e escritora. a sua grande paixão por romances históricos revelou-se em 2007, com o bestseller D. Filipa de Lencastre, a que se seguiram D. Catarina de Bragança, ambos traduzidos para inglês, e D. Amélia, sempre com crescente sucesso.
Em abril de 2012, foi a vez de publicar D. Maria II, que mereceu uma edição especial para o mercado brasileiro. Em outubro de 2013 lançou Ínclita Geração – Isabel de Borgonha, em 2015, a história da mãe do primeiro rei de Portugal, D. Teresa e em 2017 um romance sobre a vida da Rainha Santa, Isabel de Aragão, eleito o 2º melhor livro de ficção, no Prémio Livro do Ano Bertrand.
Desde o Diário de Notícias, onde começou aos 21 anos, que contribui de forma essencial para o jornalismo português. Fundou e dirigiu a revista Pais & Filhos, foi diretora da revista Notícias Magazine durante 13 anos e diretora do jornal Destak até ao final do ano de 2012, entre muitos outros projetos. Atualmente escreve para a revista Máxima, tendo uma das suas peças sobre a adoção em Portugal («Não amam nem deixam amar», em conjunto com a jornalista Carla Marina Mendes) sido distinguida com o 1º Prémio de Jornalismo «Os Direitos da Criança em Notícia». Continua a colaborar mensalmente com a revista Pais e com o Jornal de Negócios, quando não está a escrever, vira diariamente os «Dias do Avesso» em conversa com Eduardo Sá, na Antena 1.


15.3.19

Uma noite na biblioteca


A Rede Intermunicipal das Bibliotecas do Algarve (BIBAL), em comemoração do Dia Internacional do Livro Infantil (2 de Abril) promove, mais uma vez, o projeto “Uma noite na Biblioteca”.
Em Tavira, Uma noite na Biblioteca, é dinamizado pela Biblioteca Municipal Álvaro de Campos e vai realizar-se dia 6 de abril das 18h00 às 23h00.
Destinada a crianças entre os 6 e os 10 anos, que deverão vir acompanhadas, trata-se de uma oportunidade para estreitar a proximidade entre a Biblioteca e os leitores mais jovens, uma proposta de uma noite com experiências diferentes, entre amigos e histórias, que levará a uma viagem pelo universo dos livros.
Às 18h30 a autora de livros infanto juvenis, Lígia Boldori, estará na Biblioteca para falar do seu último livro, contando essa história. Depois haverá um piquenique e histórias partilhadas - Quem quer contar?
As inscrições estão abertas na Biblioteca Municipal de Tavira, até 23 de março.


28.2.19

Semana da Leitura


Decorre, entre 11 e 15 de março, a 13.ª edição da Semana da Leitura. Uma iniciativa que convida escolas das redes pública e privada a celebrarem a leitura com ações literárias que traduzam ambientes plurais que motivem a participação dos mais novos em atividades de leitura livres.

Neste sentido, durante este período, a Rede de Bibliotecas de Tavira em parceria com o Município, os estabelecimentos escolares do concelho e a Rádio Gilão dinamizam o seguinte programa:
  • “Galeria de autores”
Os autocarros Sobe e Desce voltam a acolher diversos momentos de leitura, este ano sob o tema “Hoje leitor, amanhã leitor!”.
  •  “Leitura espontânea”
Os alunos das escolas irão marcar presença em diversos espaços da cidade, nomeadamente, Paços do Concelho, Centro de Saúde, Mercado Municipal, Biblioteca Municipal Álvaro de Campos, Lar da Santa Casa da Misericórdia para aí festejarem a leitura e o prazer de ler.
  • “Tavira a ler”
Durante esta semana, a Rádio Gilão irá transmitir vários momentos de leitura de textos, poemas e contos, uma vez mais pela voz dos estudantes.

A Semana da Leitura visa partilhar o gosto pelos livros e o prazer de ler, num mundo em que outras formas de entretenimento ganham cada vez mais adeptos. A leitura estimula a imaginação, proporciona conhecimento e ativa os sentidos e as emoções.

O Autor do mês - Todos os meses, um autor em destaque!

Germano Almeida nasceu na ilha da Boa Vista, Cabo Verde, em 1945. Licenciou-se em Direito na Universidade Clássica de Lisboa. Vive em São Vicente, Cabo Verde, onde, desde 1979, exerce a profissão de advogado. 
Publica as primeiras estórias na revista Ponto & Vírgula, assinadas com o pseudónimo de Romualdo Cruz. Estas estórias foram publicadas em 1994 com o título A Ilha Fantástica, que, juntamente com A Família Trago, 1998, recriam os anos de infância e o ambiente social e familiar na ilha da Boa Vista. Mas o primeiro romance do autor foi O Testamento do Sr. Napumoceno da Silva Araújo, em 1989, que marca a rutura com os tradicionais temas cabo-verdianos.
O Meu Poeta, de 1990, Estórias de Dentro de Casa, de 1996, A Morte do Meu Poeta, de 1998, As Memórias de Um Espírito, de 2001 e O Mar na Lajinha, de 2004, formam o que se pode considerar o ciclo mindelense da obra do autor. 
Mais recentes são os livros A Morte do Ouvidor, de 2010, e Do Monte Cara Vê-se o Mundo, de 2014, Regresso ao Paraíso, 2015 e O Fiel Defunto, 2018 também editados na Caminho.
Tem obras publicadas no Brasil, França, Espanha, Itália, Alemanha, Suécia, Holanda, Noruega e Dinamarca, Cuba, Estados Unidos, Bulgária, Suíça.
Em 2018 vence o PRÉMIO CAMÕES.


16.2.19

Maré de Contos


Junto com a Associação Rock da Baixa Mar a Biblioteca Municipal Álvaro de Campos, tem vindo a organizar, a Maré de Contos.
Esta iniciativa, que em 2019 terá a sua 11ª edição e decorrerá entre o dia 6 e 9 de Março, é um festival do contar na sua diversidade de expressões – ilustração, oralidade, leitura, encenação.

Conta este ano, com oficinas, sessões de contos, Feira do Livro, exposição de gravura, resultado de uma Oficina de Ilustração com Rachel Caiano e os alunos da Artes Visuais da Escola Secundária.

As actividades decorrem em diversos espaços do concelho: Biblioteca Municipal, escolas, bares, juntas de freguesia, casas do povo. O Festival procura ir ao encontro de residentes, alunos e visitantes nos locais onde se reúnem. O intuito é “invadir” espaços inusitados da cidade.

Para mais informação ver http://maredecontos.blogspot.com/

Conferência: Arquitectura e Urbanismo


A Biblioteca Municipal Álvaro de Campos, em Tavira, acolhe no próximo dia 22 de Fevereiro (sexta-feira), a partir das 18 horas, uma conferência sobre Arquitectura e Urbanismo, seguindo-se um debate.

Será feita uma breve viagem “Do Gótico à Contemporaneidade” através da História Europeia da Arquitectura, suas implicações e relações com a História do Velho Continente, durante as diferentes épocas. No decorrer do evento serão apresentadas imagens, músicas e poemas.

O arquitecto António Moura Pereira será o orador desta conferência, que contará com a participação de Miguel Andrade e Teresa Moreno na declamação de poesia.
A produção, imagem, música e som estarão a cargo de Rachel Robinson e do pianista Luís Conceição.

12.2.19

Lançamento do Livro de poesia


Quinta-feira, dia 14 de fevereiro pelas 18h00, irá decorrer na Biblioteca Municipal Álvaro de Campos a sessão de Lançamento do Livro "Murmúrios" de Isabel Maria Pinheiro.


11.2.19

Rede Azul apresenta “Moda Vestra” em Tavira

A Biblioteca Municipal Álvaro de Campos acolhe, no dia 16 de fevereiro, pelas 21h30, o projeto inédito e de cariz experimental “Moda Vestra”, cujo conceito e a coordenação são da responsabilidade da Rede Azul – Rede de Teatros do Algarve.
Uma performance que integra o coletivo de artistas algarvios João Frade (acordeonista), Sickonce (produtor de música eletrónica) e Ana Perfeito (artista visual). Juntos, a partir das sonoridades musicais do Algarve e outros universos, exploram a ambiguidade entre o tradicional e o passado, o presente e o futuro. Uma fusão de estilos e diferentes meios.

“Moda Vestra” é um espetáculo inovador que abre novos horizontes criativos, tendo vindo a apresentar-se nas várias salas dos coprodutores, numa lógica de circulação e descentralização culturais.

São parceiros e coprodutores deste projeto os Municípios de Loulé, Faro, Albufeira, Castro Marim, Lagoa, Lagos, Olhão, Portimão, São Brás de Alportel, Silves, Tavira (membros da Rede Azul – Rede de Teatros do Algarve) e a Mito Algarvio - Associação de Acordeonistas do Algarve, os quais contam com a parceria da empresa ProActiveTur, Lda./Projecto TASA e o apoio do programa 365 Algarve/Turismo de Portugal e da Direção Regional de Cultura do Algarve.

Preço: €5,00
Duração: 75 minutos
Público: > 12 anos


5.2.19

Encontro com autores

Sexta, dia 8 de fevereiro pelas 18h00, irá decorrer na Biblioteca Municipal Álvaro de Campos a apresentação do livro "O sexto continente: a nação-Internet" de António Covas por Jorge Queiroz.


31.1.19

O Autor do mês - Todos os meses, um autor em destaque!


“Escritor norte-americano, Philip Milton Roth nasceu a 19 de Março de 1933, na cidade de Newark, no estado da Nova Jérsia e faleceu a 22 de maio de 2018, em Nova Iorque. Filho de um mediador de seguros de origem austro-húngara, tornou-se num grande entusiasta de baseball aos sete anos de idade. Descobriu a literatura tardiamente, aos dezoito.
Após ter concluído o ensino secundário, ingressou na Universidade de Rutgers mas, ao fim de um ano, transferiu-se para outra instituição, a Universidade de Bucknell. Interrompeu os seus estudos em 1955, ao alistar-se no exército mas, lesionando-se durante a recruta, acabou por ser desmobilizado. Decidiu pois retomar os seus estudos, trabalhando simultaneamente como professor para poder prover ao seu sustento, tendo-se licenciado em 1957, em Estudos Ingleses. 
Inscreveu-se depois num seminário com o intuito de apresentar uma tese de doutoramento, e perdeu o entusiasmo, desistindo deste seu projecto em 1959. Preferindo dar início a um esforço literário, passou a colaborar com o periódico New Republic na qualidade de crítico de cinema, ao mesmo tempo que se debruçava na escrita do seu primeiro livro, que veio a ser publicado nesse mesmo ano, com o título Goodbye, Columbus (1959). A obra constituiu uma autêntica revelação, comprovada pela atribuição do prémio literário National Book Award. Mereceu também uma adaptação para o cinema pela mão do realizador Larry Peece. 
Seguiram-se Letting Go (1962) e When She Was Good (1967), até que, em 1969, Philip Roth tornou a consolidar a sua posição como romancista através da publicação de Portnoy's Complaint (1969, O Complexo de Portnoy), obra que contava a história de um monomaníaco obcecado por sexo. O autor passou então a optar por fazer reaparecer muitas das suas personagens em diversas narrativas. Depois de The Breast (1972), romance que aludia à Metamorfose de Franz Kafka, David Kepesh, o protagonista que se via transformado num enorme seio, torna a figurar em The Professor Of Desire(1977) e em The Dying Animal (2001). Um outro exemplo de ressurgência é Nathan Zuckermann, presente em obras como My Life As A Man (1975), Zuckermann Unbound (1981), I Married A Communist (1998, Casei Com Um Comunista ) e The Human Stain (2000). 
Tendo dado início a uma carreira docente em meados da década de 60, e que incluiu a sua passagem por instituições como as universidades de Princeton e Nova Iorque, Philip Roth encontrou muita da sua inspiração em incidentes e ambientes da vida académica.
Em 1991 publicou um volume dedicado à história da sua própria família, Patrimony , trabalho que foi galardoado com o National Critics Circle Award no ano seguinte, uma entre as muitas honrarias concedidas ao autor. 
Em 1997, Philip Roth ganhou Prémio Pulitzer com Pastoral Americana. Em 1998 recebeu a Medalha Nacional de Artes da Casa Branca e em 2002 o mais alto galardão da Academia de Artes e Letras, a medalha de Ouro da Ficção, anteriormente atribuída a John dos Passos, William Faulkner e Saul Bellow, entre outros. Ganhou duas vezes o National Book Critics Award. 
Em 2005, A Conspiração contra a América recebeu o prémio da Sociedade de Historiadores Americanos pelo «excecional romance histórico sobre um tema americano, relativo a 2003-2004», e foi considerado Melhor Livro do Ano por inúmeras publicações, entre elas: New York Times Book Review, San Francisco Chronicle, Boston Globe, Chicago Sun-Times, Los Angeles Times Book Review, Washington Post Book World, Times e Newsweek. No Reino Unido, Recebeu ainda o W.H. Smith Award para Melhor Livro do Ano.
Em 2011 recebe o Man Booker International Prize, prémio que procura destacar a influência de um escritor no campo da literatura. Trata-se de um reconhecimento do trabalho pessoal, e não de uma obra sua em particular. No ano seguinte, recebeu o Prémio Príncipe das Astúrias, a maior distinção de Espanha.”


9.1.19

Exposição de desenhos a tinta-da-china "Rostos da gente"


Dia 15 de janeiro, às 18h00, terá lugar na Biblioteca Municipal Álvaro de Campos, a inauguração da exposição de desenhos a tinta-da-china "Rostos da Gente", com a presença do autor Pedro Luís Costa Antunes.
Até 20 de Fevereiro de 2019, abertura das 10h00 às 18h30 (de terça-feira a sexta-feira) e das 14h00 às 18h00 (segunda-feira e sábado).

2.1.19

O Autor do mês - Todos os meses, um autor em destaque!


José Cardoso Pires

“Escritor português, José Augusto Neves Cardoso Pires nasceu a 2 de Outubro de 1925, no concelho de Vila de Rei, em Castelo Branco. Filho de um oficial da marinha, ainda criança muda-se com os pais para Lisboa, cidade que abraçou e amou. Exerceu várias profissões, entre as quais, redator de uma revista feminina, Eva, em finais dos anos 40. Em 1949, publica o seu primeiro livro, "Os Caminheiros e Outros Contos", retirado de circulação pela censura. Nos princípios dos anos 50, foi detido pela PIDE depois da apreensão do seu livro de contos "Histórias de Amor". Nos anos 60 foi membro da Sociedade Portuguesa de Escritores. Em 1963 publica "Hóspede de Job", livro dedicado ao seu irmão, morto enquanto cumpria o serviço militar nos anos 50, e que lhe valeu o Prémio Camilo Castelo Branco em 1964; e "O Delfim" em 1968. Em inícios dos anos 70, foi professor de Literatura Portuguesa e Brasileira em Inglaterra, no King's College da Universidade de Londres. Dois anos depois, já em Portugal, publica "Dinossauro Excelentísimo". Já nos anos 80, publica "A Balada da Praia dos Cães", romance que lhe valeu o Grande Prémio de Romance e Novela da Associação Portuguesa de Escritores e que foi alvo da realização de um filme, com o mesmo nome, de José Fonseca e Costa, em 1987. Neste mesmo ano publica "Alexandra Alpha", obra que mereceu o Prémio Especial da Associação de Críticos, de São Paulo, no Brasil. Em 1995 sofreu um acidente vascular cerebral que o levou a ficar algum tempo em estado de coma. Recuperado, publica em 1997 a obra "De Porfundis, Valsa Lenta", pela qual recebeu dois prémios: Prémio D. Dinis e Prémio da Crítica, atribuído pela Associação Internacional de Críticos Literários; e "Lisboa, Livro de Bordo". Entre os prémios já mencionados, recebeu também o Prémio Internacional União Latina (1991), o Astrolábio de Ouro do Prémio Internacional Último Novecento (1992) e o Prémio Pessoa (1997). Em 1998 sofreu outro acidente vascular cerebral, que viria a ser a causa da sua morte a 26 de Outubro, em Lisboa. Em Setembro desse mesmo ano foi-lhe atribuído o Prémio Vida Literária da Associação Portuguesa de Escritores. Foi autor de contos, romances, crónicas e ensaios (como em "E Agora José?", 1977) e de peças de teatro (como "O Render dos Heróis" (1960) e "O Corpo Delito na Sala de Espelhos", 1980).”



14.12.18

Encontro com autores

Hoje, 14 de dezembroàs 18h00 na Biblioteca Municipal Álvaro de Campos, mais um “ENCONTRO COM AUTORES”. 
Desta vez uma sessão de apresentação do livro "Em nome D`el Rey" de Luís Barriga.


Luís Barriga, nascido a 24 de maio de 1961, em Estoi, Concelho de Faro. Psicólogo Clínico, reconhecido pela Ordem dos Psicólogos Portugueses. Especialista em Psicologia Clínica e da Saúde, Mestre em Psicologia Perinatal, Investigador em Psicologia Clínica. Foi Docente Universitário, orientador de Estágios Profissionais da Ordem dos Psicólogos Portugueses.
Diretor da Casa do Povo de Estoi.
Autor de: Sombra e Sol - Vai a rua em duas cores; Mais Sol Que Sombra.; Estoi – Festa da Pinha.


4.12.18

Ciclo de colóquios 2018


O Soroptimist Internacional Clube de Tavira, numa parceria entre a Universidade do Algarve e a Biblioteca Municipal Álvaro de Campos, apresentou, entre Outubro e Dezembro de 2018, um ciclo de 4 colóquios “Boas Práticas em Educação”.
O principal objectivo destes encontros tem sido a reflexão sobre formas de ultrapassar as dificuldades no ensino/aprendizagem, procurando contribuir para a difusão de boas práticas.

O ciclo, que chega ao fim, tem decorrido na Biblioteca Municipal Álvaro de Campos em Tavira.
O último colóquio decorrerá no dia 07 de dezembro, às 18h00 e será apresentado por Aurízia Anica da Universidade do Algarve.

30.11.18

O Autor do mês - Todos os meses, um autor em destaque!



Raul Brandão nasceu na Foz do Douro, Porto, a 12 de março de 1867, e morreu em Lisboa a 5 de dezembro de 1930. Militar de 1888 a 1911, quando se reformou do posto de capitão, foi ao jornalismo e à literatura que dedicou a sua vida, escrevendo livros, como Húmus, a sua obra-prima, ou peças de teatro como O Gebo e a Sombra, que impressionaram várias gerações até aos nossos dias. Sem nunca ter escrito poesia, a sua escrita é predominantemente poética, e a condição humana é o tema profundo da sua obra: simbolista-decadentista no início, com História de um Palhaço, impressionista no final, quando escreve Os Pescadores e As Ilhas Desconhecidas, considerado «um dos melhores livros de viagens de todos os tempos na literatura portuguesa». As suas Memórias – que agora se apresentam reunidas num único volume – são uma das grandes referências nacionais neste género literário.


Exposição de fotografia "Paisageando coisas reais por dentro"


“Paisageando coisas reais por dentro" é uma exposição de fotografia, desenho e gravura de paisagem da autoria de Jiřina Nebesa e Miguel Proença.

A Jiřina Nebesa e o Miguel Proença […] fotografam as suas visões, ancoradas nas suas mais profundas experiências vitais. Escolhem os planos, os momentos, os ângulos, a luz, ..., e devolvem-nos essa amálgama em forma de imagem. Mas que viram e dissecaram os seus olhares? […]”

(Eduardo Vaz, in Catálogo da exposição Paisageando coisas reais por dentro, 2018)

Inaugura a 3 de Dezembro de 2018, pelas 18h00, na Biblioteca Municipal Álvaro de Campos, Tavira.
Até 11 de Janeiro de 2019, abertura das 10h00 às 18h30 (de terça-feira a sexta-feira) e das 14h00 às 18h00 (segunda-feira e sábado).

28.11.18

Ciclo de colóquios 2018

O Soroptimista Internacional Clube de Tavira, em regime de cooperação entre a Universidade do Algarve e a Biblioteca Municipal de Álvaro de Campos, apresenta-se entre Outubro e Dezembro de 2018 , um ciclo de 4 colóquios “Boas Práticas em Educação”.

O principal objectivo destes encontros será refletir sobre formas de ultrapassar as dificuldades no ensino / aprendizagem, procurando contribuir para a difusão de boas práticas.
O ciclo decorrerá na Biblioteca Municipal Álvaro de Campos em Tavira.

O terceiro colóquio decorrerá dia 30 de novembro, às 18h00 e será apresentado por Rute Monteiro da Universidade do Algarve.

Exposição Pessoa (s) de Tavira


PESSOA (S) DE TAVIRA  
BIBLIOTECA MUNICIPAL ÁLVARO DE CAMPOS  
de SEG 26 NOV a SEX 21 DEZ
... O que eu sou hoje
é como a humidade no corredor do fim da casa, Pondo grelado nas paredes…
O que eu sou hoje  (e a casa dos que me amaram treme através das minhas lágrimas),  
In Aniversário, Álvaro de Campos
Esta pequena exposição é uma parte de um conjunto de documentos familiares que foram recentemente descobertos e que nos ajudarão a conhecer melhor a família paterna do escritor. Quem eram, onde viviam, o que faziam estes Pessoa(s) de Tavira, primos do poeta? Parte deste acervo documental estava “esquecido” num antigo cofre e outra parte estava arrumada em caixotes que, possivelmente, acabariam no lixo e se perderiam para sempre, não fosse a sensibilidade de um familiar do poeta que os salvou e me entregou em mãos… Não só ficámos a conhecer a prima “Lisbela” como, também, outros parentes do lado paterno do escritor que com ele, certamente, privaram nas suas deslocações à cidade de Tavira.  
Rui Cansado Guedes mais info: Rui Cansado Guedes: cansadoguedes@hotmail.com

20.11.18

Encontro com autores


Sábado, dia 24, pelas 15h00, na Biblioteca Municipal Álvaro de CamposPedro Jubilot apresenta “Cartas da Mancha”, uma coleção de missivas poéticas enviadas da costa sul de Inglaterra e da costa norte de França, com o Canal de permeio. Este livro encerra a trilogia iniciada com “Postais da Costa Sul” e “Telegramas do Mediterrâneo”.

Pedro Jubilot editou fanzines, webzines e outras folhas volantes. Em 2001, foi vencedor do concurso ‘Micro-contos de Natal’ do jornal Público com “Visita”.
É membro da direção da Associação Casa Álvaro de Campos de Tavira e escreve, mensalmente, no jornal Postal do Algarve (caderno Cultura.Sul) a crónica “Quotidianos Poéticos”.
Em 2013, publicou o seu primeiro livro “Postais da Costa Sul” que serviu de mote para a seguir criar com Jorge Jubilot (fotografia) a CanalSonora - pequena estrutura independente, sem fins lucrativos - que se centra na divulgação artística, essencialmente na escrita e imagem.

19.11.18

Encontro com autores

Dia 22, quinta-feira, pelas 18h00, terá lugar na Biblioteca Municipal Álvaro de Campos, a sessão de lançamento do livro “Cidade – Cadente” da autoria de Renato Aires. Este aborda de uma forma não convencional a corrupção do Ser Humano.

Renato Aires frequentou o curso de formação de atores do Centro Dramático de Évora (CENDREV) – Teatro Garcia de Resende e trabalhou como ator em várias companhias de teatro: Cornucópia, Garcia de Resende, EXPO-98 (Peregrinação), Maria Matos, D. Maria I. Em 2012, publicou o livro “O TOTEM DE MARMARAHARMMUKE”.

14.11.18

Sessão Informativa

No dia 17 de novembroàs 15h na Biblioteca Municipal Álvaro de Campos, Sessão informativa (Como tratar da saúde por métodos menos ortodoxos: Homeopatia - Acupunctura - Nova Medicina Germânica).

6.11.18

Concerto com IN TENTO trio

No dia 09 de novembroàs 18h30 na Biblioteca Municipal Álvaro de Campos, Concerto com IN TENTO trio. 

IN TENTO trio, banda constituída por Fernando Pessanha no piano, Pedro Reis no baixo e Jorge Guedes na bateria, apresenta um espectáculo que consiste numa simbiose entre música, declamação lírica e projecção de excertos dos textos que são musicados. Com a colaboração da fotografa Neuza Monteiro.

06 a 30 de Novembro - Livro e exposição de desenhos de Matthijs Warner


06 a 30 NOV Biblioteca Municipal Álvaro de Campos, Tavira. 

Livro e exposição de desenhos de Matthijs Warner.  O livro contem poemas de Álvaro de Campos e desenhos de Matthijs Warner.
Os desenhos são ilustrações de pessoas. Pessoas sem atributos; sem distrações. Tal como Álvaro de Campos nos seus poemas, tratam da "vida despida", que leva à verdade nua. Poemas em Português, com tradução para Inglês.
_______________________

Matthijs Warner's book and exhibition of drawings
The book is composed of Álvaro de Campos' poems with drawings by Matthijs Warner.
The drawings are illustrations of people. People without any attributes; without distractions. Just like Álvaro de Campos in his poems, they deal with the "naked life", which leads to the naked truth. Poems in Portuguese, with English translation.